/Pneus: como evitar problemas e pedalar em segurança?

Pneus: como evitar problemas e pedalar em segurança?

Pneus e correntes: itens essenciais para um bom rendimento e para a segurança do seu pedal na cidade. Como são componentes de primeira necessidade para qualquer bicicleta, é importantíssimo ficar atento aos inúmeros detalhes deles – que podem comprometer a sua segurança no trânsito se não forem levados em conta. Por isso, conversamos com Henrique Zompero, diretor e fundador da Escola Park Tool no Brasil, para algumas dicas importantes envolvendo pneus e correntes.

Manutenção Pneu Kenda - Marcio MeccaAprendendo a calibrar pneus

Pode parecer não fazer sentido um texto sobre como resolver problemas básicos começar com calibrar pneus. Mas é fato que um pneu mal calibrado pode trazer muitos problemas, inclusive de segurança, para qualquer pedal. Além de trazer problemas pro bolso: a calibragem incorreta pode fazer com que algumas peças da bike tenham menos vida útil.

Cada pessoa tem um peso, cada pessoa tem um estilo de pedalada, cada pessoa tem um pneu de uma marca. Por isso, é praticamente impossível ter uma calibragem universal para todos os ciclistas. Em bicicletas urbanas existe a recomendação de se colocar uma pressão entre 30 e 65 psi, a mesma recomendada para mountain bikes; se você pedala uma speed, a recomendação varia entre 80 e 120 psi.

Uma detalhe importante é que todos os pneus vêm com a recomendação de calibragem nele mesmo. Basta procurar na parte lateral dos seus pneus que você vai encontrar essa indicação.

Mas a sua calibragem ideal varia de acordo com o seu peso, estilo de pilotagem e outras informações. Uma dica é instalar o app “I Tire Vittoria”, que direciona a pressão ideal dos seus pneus de acordo com o seu perfil

Fique atento ao chão

Quando você está pedalando é normal que por muitas vezes desvie os olhos do caminho. Isso não significa que você pode pedalar despreocupado: fique muito atento ao caminho que está fazendo, especialmente com cantos (como sarjetas) e pedaços com água, que você não consegue identificar o solo.

São dicas básicas para aumentar sua segurança enquanto pedala, mas ao mesmo tempo também são essenciais para proteger seu pneu de furos indesejados.

Manutenção Pneu Kenda 2 - Marcio MeccaLeve um kit remendo com você

Ficar parado no meio da rua porque um pneu furou é chato demais, ainda mais se você tiver um compromisso. Por isso, levar com você um kit de remendo é importantíssimo.

Em uma bolsa de selim ou de quadro você pode colocar o kit, que deveria contar com manchão, espátulas para facilitar a retirada do pneu, lixa e um kit de reparo – recomendo o Super Patch GP-2, da Park Tool. No caso do furo da câmara de ar, é importante reparar para continuar o pedal. Como carregar uma câmara reserva pode não ser a melhor opção no dia a dia, utilize o kit de remendo e siga na pedalada.

Estes pequenos ajustes são até simples de fazer. Se você não tem prática, faça o teste em casa para fazer do jeito certo. Mas se quiser aprender ainda melhor, existem cursos para ciclistas iniciantes que irão auxiliar você a fazer todas as manutenções da maneira correta.

Henrique Zompero é diretor de ensino e fundador da Escola Park Tool no Brasil. Formado em diversos cursos de capacitação em marcas como Park Tool, Magura, Shimano, Fox e Campagnolo, entre outras, é especialista quando o assunto é mecânica de bicicletas.