/Encontro sobre a Mobilidade Ativa – Bicicleta & micromobilidade

Encontro sobre a Mobilidade Ativa – Bicicleta & micromobilidade

O Encontro sobre a Mobilidade Ativa dessa semana, teve como tema Bicicleta & micromobilidade.

Bicicleta & Micromobilidade - Mobilidade Ativa - Bike na Pista
Vitor Andrade – LABMOB

O palestrante foi o Vitor Andrade, Arquiteto, urbanista e coordenador da LABMOB. É pós-doutorado em Urbanismo Sustentável pela Escola de Arquitetura da Real Academia Dinamarquesa de Belas Artes.

frentes Bicicleta & Micromobilidade - Mobilidade Ativa - Bike na Pista

O Assunto apesar de polêmico e pouco esclarecimento sobre o assunto já que o termo é muito recente no mundo, o Vitor trouxe a tona alguns conceitos, dados e paradigmas a serem discutidos de forma que pudéssemos refletir sobre o tema.

Definição Bicicleta & Micromobilidade - Mobilidade Ativa - Bike na Pista

A Micromobilidade pode ser definida por algumas frentes: Distância, Tamanho e Tecnologia dos equipamentos. A princípio, a definição mais adequada seria “um veículo mínimo que dê a capacidade de se locomover”.

todas as viagens até 15km que fazemos, é o mesmo total de km percorrido de todas as viagens acima de 15 km e esse mercado ainda não está muito bem explorado.

Claro que essa migração ocorre onde as cidades oferecem uma estrutura de bicicleta compartilhada e ainda para grupos de média e alta renda. No caso da cidade do Rio de Janeiro, além da ausência de infraestrutura , não podemos desconsiderar a segurança pública como um fator ainda que limita o uso de micromodais e bicicletas,

Bicicleta & Micromobilidade - Mobilidade Ativa - Bike na Pista
Letícia LABMOB

Letícia também mostrou algumas pesquisas sobre o uso da bicicleta e mulheres na cidade. Quanto maior a cultura da bicicleta, maior a presença de mulheres. Isso se transforma em um indicativo interessante pois demonstra a presença de maior infraestrutura e condições favoráveis para o ciclista.

As cidades estão em transformação e essa mudança ocorreu em muito pouco tempo mas a cultura carrocrata é muito presente na população.

Algumas empresas perceberam o potencial do mercado de micromobilidade e entraram no mercado de várias formas, principalmente com compartilhamento de bicicleta e patinetes, outras estão estudando entrar no mercado mas também temos algumas que tentam ignorar essa mudança.

Com a chegada de microprocessadores, os saltos tecnológicos estão acontecendo muito mais rápido e por isso, alguns modelos de carros, já não tem uma tecnologia de ponta, pois  ciclo de fabricação e o ciclo de uso dele muitas das vezes é superior a 10 anos e estão atrasados.

A experiência do Vitor, nos trouxe um enorme leque de possibilidades sobre a micromobilidae, infraestrutura e mercado. Pode-se afirmar que ainda temos um grande caminho a percorrer. Além disso, o gap entre Expectativa, teoria e realidade em alguns casos, são bem grande.

O Ciclo de encontros é uma parceria da Transporte Ativo e o Museu do Amanhã, comemorando o Mês da mobilidade urbana. Esses encontros ocorrerão todas as terças-feiras do mês de setembro de 2019 sempre às 16h no museu do amanhã. Para se inscrever, clique aqui