/Quinta etapa Copa do Mundo de MTB 2018
Avancini acelerando na Copa do Mundo de MTB

Quinta etapa Copa do Mundo de MTB 2018

Gunn-Rita Dahle Flesjå (Team Merida Gunn-Rita) e Gerhard Kerschbaumer (Torpado-Gabogas UCI MTB Team) foram os vencedores.

Uma etapa que a altitude desgastaria muito os atletas, com várias subidas bem duras e longas, e descidas bem técnicas. Iria expor o atleta mais resistente da etapa.

Etapa masculina
Gerhard Kerschbaumer
Gerhard Kerschbaumer

Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing) não fez uma boa largada, mas logo foi recuperando posições. Como sempre Nino Schurter (Scott-Sram MTB Racing) acelerou no começou da etapa, como ele faz sempre. Kerschbaumer não deixou por menos e logo colou em Nino, com isso os dois começaram a abrir para o grupo de trás.

O grupo de trás tinha Mathieu Van der Poel (Corendon–Circus), Avancini e Jordan Sarrou (BH-Suntour-KMC). Os 3 ficavam trocando roda e tentavam diminuir a diferençados dois da frente. Quanto mais o tempo passava, mas o dois da frente abriram. Nino tentou se livrar de Kerschbaumer algumas vezes, mas sempre que tentava o italiano respondia a altura.

Nas últimas voltas Van der Poel acelerou deixando o brasileiro e o espanhol para trás. Tentando diminuir a diferença para os líderes, mas Kerschbaumer estava muito bem e acelerou para cima de Nino. O suíço não conseguiu acompanhar o ritmo do italiano e foi ficando para trás. No fim Kerschbaumer veio para a vitória e colocou 1:13 em Nino, em uma vitória impressionante.

Classificação Masculina da quinta etapa da Copa do Mundo de MTB
Classificação Masculina da quinta etapa da Copa do Mundo de MTB

 

Etapa feminina
Gunn-Rita Dahle Flesjå
Gunn-Rita Dahle Flesjå

Na etapa feminina Jolanda Neff (Kross Racing Team) veio em um ritmo alucinante desde a largada. O estilo da pedalada dela era de uma cadência maior, quer dizer que ela preferia girar mais e testar seu cardio. Enquanto sua perseguidora a Dahle usava uma cadência menor, com isso usava mais força.

Emily Batty (Trek Factory Racing) que teve um problema no começo da prova, estava fazendo uma prova de recuperação fantástica. Neff claramente foi perdendo o ritmo alucinante das subidas que ela tinha no começo da prova. Dahle perceubeu isso e resolveu atacar Neff, sem resposta de Neff.

Mesmo não conseguindo chegar em Dahle, Neff tentou se manter na sua posição. Dahle veio para uma brilhante vitória e para fazer história. Com 45 anos ela foi a atleta mais velha a ganhar uma etapa de Copa do Mundo. Mais uma marca incrível para a 10x campeão mundia, 8x campeã europeia e campeão olímpica.

Raiza Goulão (Primaflor-Mondraker-Rotor) ficou em 30° lugar e a Jaqueline Mourão em 40°.

Classificação Feminina da quinta etapa da Copa do Mundo de MTB
Classificação Feminina da quinta etapa da Copa do Mundo de MTB